Home Directório empresas e-Newsletter Publicidade Sobre nós Contactos Todos os Canais  
  Pesquisar empresas  
    
   Canal Informação
  Notícias
  Emprego
  O Concelho
  Tribuna Livre
   Canal Lazer
  Turismo
  Gastronomia
  Museus / Exposições
  Festas / Concertos
   Canal Comunidade
  Classificados
  Passatempos
  Galeria
  Links
 
    O Concelho de Vila Franca de Xira
        Detalhes  |  Freguesias  |  Curiosidades
 
O concelho de Vila Franca de Xira

Partindo a descoberta sensível de um concelho, das suas tradiçoes, e das pessoas que o povoam.

Pousar o olhar sobre o Concelho deVila Franca de Xira é ver a Lezíria reflectida no Tejo. E ouvirmos através de Alves Redol, percursor do neo-realismo, os murmúrios das bateiras dos avieiros, na neblina da sua alva faina e o comércio diurno do seu pescado fluvial.
Os pescadores avieiros oriundos da Praia da Vieira (Leiria), junto a Foz do Rio Lis, passaram a residir na margem do Tejo surgindo comunidades de pescadores ao longo do rio passando por Vila Franca de Xira até a Póvoa de Sta. Iria. Ve-los a bordo das suas embarcaçoes é compreender até que ponto homens e barcos podem ser um só. Abundavam no início do século XIX, o sável, a saboga, a fataça, a enguia e o robalo. Nos nossos dias algumas destas espécies piscícolas ainda fazem parte da gastronomia tipicamente regional do concelho de Vila Franca de Xira.

Todo o concelho oscila entre as serranias, o correr do Tejo em direcçao ao oceano Atlântico e a imensidao das Lezírias.
Nas margens do implacável Tejo, em Alhandra, plácido o rio alheia-se ao trabalho dos meninos que fabricavam tijolos de barro sobre telhais, debaixo do olhar neo-realista e crítico do capitalismo industrial de Soeiro Pereira Gomes.

A agricultura porém era a actividade dominante da regiao. Em Alhandra, as frutas e legumes eram a riqueza da terra e a nível do comércio destacava-se o fabrico de telhas e as denominadas de “Feira Franca” onde os produtos eram comercializados realizavam-se em Alverca e Vila Franca de Xira.  

Parte do Concelho de Vila Franca de Xira e suas localidades ficam nas margens do maior rio da Península Ibérica – o Tejo.
É nas terras baixas junto ao Tejo,em Castanheira do Ribatejo, que se encontram os vestígios mais antigos da ocupaçao humana, e que remontam ao Paleolítico. Manteve até meados do século passado, uma acentuada feiçao agrícola, a cultura dos cereais e as frutas eram o principal produto do seu comércio. Mantinha uma forte ligaçao as Lezírias e ao feudalismo agrário.

As últimas décadas marcaram uma profunda mudança, operada pela instalaçao de grandes unidades industriais e pelo consequente crescimento urbanístico e demográfico, fenómeno este que marca todo o concelho.
A sul a Ponta da Erva, onde confluem os rios Tejo e Sorraia, faz parte da Reserva Natural do Estuário do Tejo, local onde podem ser observadas inúmeras aves migratórias. Esta Reserva Natural abrange uma extensa superfície de água, fazendo parte da reserva os mouchoes(ilhas)da Póvoa, do Lombo do Tejo, das Garças e de Alhandra.

O Concelho de Vila Franca de Xira, proporciona aos seus visitantes uma multifacetada oferta turística. Compreendendo ainda as freguesias de Cachoeiras, S. Joao dos Montes, Calhandriz, Sobralhinho, Alverca, e Vialonga; sao plenas de fortes indícios da romanizaçao, voltadas para cultos religiosos de grande interesse histórico e cultural.


Farmácias de serviço
Precisa de ir à farmácia de serviço? Saiba aqui quem está na escala de hoje …
www.farmaciasdeservico.net

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player